Oito explosões marcam a Páscoa no Sri Lanka

Um total de oito explosões foram registradas na capital do Sri Lanka, Colombo, e nas regiões de Katana e Batticaloa por volta das 8h45 (0h15, no horário de Brasília) de domingo (21).

As explosões ocorreram na Igreja de Santo Antônio em Kochcikade, Colombo, na Igreja de São Sebastião em Negombo, na Igreja de Sião em Batticaloa, onde aconteciam as missas da Páscoa. Os hotéis cinco-estrelas Shangri-La, Kingsbury, Cinnamon Grand e um quarto hotel, todos em Colombo, também foram atingidos. Uma explosão ainda foi registrada em um complexo de casas.

Na manhã desta segunda-feira (22), a polícia atualizou o número de mortos para 290, e cerca de 500 feridos.

Durante os ataques, um colaborador da Portas Abertas chegou a informar que mais três explosivos tinham sido encontrados em outras igrejas e hotéis, mais tarde esta informação foi confirmada oficialmente. “Este é um momento muito doloroso para os cristãos neste país”, ele compartilha. “Nós não sabemos quem fez isso ou o porquê ainda. A Igreja de Sião é uma das maiores igrejas de Batticaloa. Por favor, orem.”

Segundo a Reuters, as explosões, algumas das quais autoridades disseram que foram ataques suicidas, levaram a uma repressão imediata. O governo declarou toque de recolher e bloqueou o acesso à maioria das principais redes sociais e sites de mensagens. O estado de emergência fopi decretado a partir da meia-noite (15h30 de Brasília).

O Sri Lanka ocupa a 46ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2019 e assim como em outros países onde existe perseguição, os cristãos ficam mais vulneráveis a ataques no período da Páscoa e em outros feriados cristãos. Atualmente, mais de 245 milhões de cristãos são perseguidos no mundo.

PEDIDOS DE ORAÇÃO

–    Pelas vítimas e familiares das vítimas fatais. Ore por cura para aqueles que foram feridos e conforto para as famílias que experimentam a dor da perda.

–    Peça a Deus que a Igreja no Sri Lanka seja uma fonte de luz e conforto nesse momento difícil.

–    Ore pelo governo do Sri Lanka enquanto eles investigam os ataques, que a justiça do Senhor prevaleça.

–   Clame pela equipe de campo da Portas Abertas e parceiros do Sri Lanka, para que o Senhor lhes dê sabedoria, ao discernir a melhor maneira de ajudar e ministrar às vítimas.

Fonte: Portas Abertas / com informações do G1 – Foto: Reuters | 22/04/2019 – 09:40