Mulheres copiam trechos da Bíblia à mão para distribuir entre cristãos secretos da Coreia do Norte

Muitos cristãos da Igreja Perseguida não têm acesso a Bíblia e podem ser presos e até mortos se forem pegos com uma. Eles a valorizam como um bem inestimável. É o que mostra a seguinte história de cristãos perseguidos da Coreia do Norte.

Um cristão viajou para a casa de uma outra família cristã. Ele levou uma pequena mala e, por acidente, levou também sua Bíblia. Viajar dentro do país com a palavra de Deus na mala é extremamente arriscado e pode ser punido com a morte. Quando abriu a mala e encontrou a Bíblia, ficou completamente chocado.

Levar a Bíblia no caminho de volta para casa seria correr o mesmo risco pela segunda vez. Então pensou: “Também posso deixá-la”. Conversando com a família, decidiu dar a Bíblia para eles, já que não tinham uma e ele poderia obter outra cópia para si.

Um ano depois, ele enviou duas parentes para visitar a família e ver como estavam e se tiveram coragem de ficar com a Bíblia. As mulheres encontraram a Bíblia em muito bom estado. Elas, então, não perderam tempo e copiaram muitas passagens à mão, depois as distribuíram entre os cristãos secretos da região.

Que sejamos encorajados a ter esse mesmo zelo pela Palavra e oremos pelos cristãos perseguidos para que continuem valorizando a Bíblia e tenham cada vez mais acesso a ela.

A Coreia do Norte no DIP
As inscrições para o Domingo da Igreja Perseguida 2019 já estão abertas. Cadastre-se e envolva sua igreja nessa grande oportunidade de abençoar o país onde é mais difícil viver como cristão. O DIP será realizado no dia 16 de junho.

Fonte: Portas Abertas