Filho de pastor é solto após quatro dias em cativeiro

Ontem noticiamos sobre a situação do pastor Abelardo Sanchez, cujo filho foi sequestrado no México. Seu filho, Angel, ficou quatro dias sob o poder dos sequestradores e em entrevista à Portas Abertas contou o que passou. Ele ficou vendado o tempo todo, assim não pôde ver os sequestradores; apenas os ouvia.

Quando falou com seu pai ao telefone, os agressores batiam em várias partes do seu corpo com um martelo, fazendo-o gritar de dor e assim tentando tornar sua exigência de resgate mais dramática. Diariamente Angel era torturado. “Eles me lavaram com cloro e gritavam uns para os outros: ‘Não toque nele, porque apagamos todas as digitais do seu corpo’. Eu pensei que isso significava que eles iriam me matar, entre outras coisas, pois me perguntaram: ‘O que você prefere, que sua família encontre seu corpo ou não?”, relembra Angel.

Ele reuniu forças para responder que preferia que seu corpo fosse encontrado. Mas não muito depois, foi libertado. Os sequestradores o deixaram em uma rua perto de sua casa. Angel ainda contou à Portas Abertas que não era o único refém mantido no lugar onde estava. Ele ouviu os agressores matarem um homem que também era mantido cativo e ouviu que uma mulher foi libertada após sua família pagar o resgate.

Posteriormente, a polícia capturou os dois sequestradores, sendo que um deles foi preso e o outro morreu durante troca de tiros. Agradeça a Deus por ter livrado Angel da morte e o ter restaurado à sua família. Ore para que toda a violência contra cristãos na região da fronteira entre México e Estados Unidos tenha fim e venha o reino de paz, justiça e amor do Senhor Jesus.

Fonte: Portas Abertas | 01/11/2018 – 12:10