Família é alcançada pelo evangelho no Chifre da África

Após idas e vindas entre o islamismo e o cristianismo, buscando achar respostas e entender, Abdul Razak finalmente entendeu que o caminho certo era Jesus. Ele havia sido criado como muçulmano e estudou numa madrassa (escola corânica) quando criança. Ele contou para sua mãe que havia se tornado cristão e que a cobra que sempre o atormentava em recorrentes sonhos estava morta pelo poder de Jesus. Apesar de explicar para a mãe quem era Jesus, ela ficou muito confusa, e disse: “Seu pai era um grande imã (líder da mesquita)! Agora você quer envergonhá-lo?”

Nessa época, Razak pregava o evangelho onde estudava, na capital do país. Mas sua família o renegou por isso e ele não era mais bem recebido em casa. Ao compartilhar o evangelho com uma de suas irmãs, ela se converteu – para alegria de seu marido, que também era cristão. No entanto, sua irmã mais velha ficou furiosa e os proibiu de contatar a mãe deles. Essa era a irmã que custeava seus estudos e agora não ia mais fazê-lo. Razak ficou desamparado pela família em todos os sentidos. No entanto, com a ajuda de um cristão, ele pôde terminar os estudos e também fazer seminário em outro país.

Um dia, ele escreveu toda sua jornada com Cristo e enviou para sua irmã mais velha. Ela resistiu à ideia por algum tempo, consultou imãs e pastores, mas finalmente decidiu seguir Jesus também. Como irmã mais velha, ela era o exemplo da família, então muitos seguiram sua decisão. Razak teve a oportunidade de compartilhar o evangelho com o pai, que também se converteu. Agora ele afirma com entusiasmo: “Toda minha família se tornou cristã!”

Fonte: Portas Abertas