Diante da perseguição, o cristianismo cresce no Nepal

Os cristãos do Nepal precisam de nossas orações e apoio diante de uma crescente onda de perseguição nos últimos meses. Essa perseguição é provocada em grande parte pelas mãos de grupos extremistas hindus com o objetivo de transformar o Nepal em um estado hindu novamente. Esses grupos têm ligação direta com o grupo hindutva da vizinha Índia. E, além disso, o governo nepalês está limitando a liberdade religiosa, sendo que desde 2017, novas leis anticonversão passaram a vigorar no país.

De acordo com um parceiro local da Portas Abertas, “qualquer cristão falando sobre o cristianismo pode ser falsamente acusado de atividades de conversão. Isso já aconteceu várias vezes”, relata. Vale lembrar que, recentemente, no mês de junho, a perseguição provocou a destruição da Torre de Oração de Batase, conforme relatado por outro parceiro da Portas Abertas. Também no final de junho, representantes do partido político Shiv Sena Nepal entraram no Hospital Ananda Ban, que é dirigido por uma ONG cristã chamada The Leprosy Mission, e acusaram falsamente o hospital de converter pessoas ao cristianismo em troca de tratamentos gratuitos. 

Outro recente ataque de perseguição se deu contra uma moça. Segundo relatos de colaboradores locais, a jovem cristã foi presa porque orou por uma mulher doente em uma igreja. O momento foi gravado por alguns anticristãos e o vídeo foi usado para incriminá-la com a acusação de proselitismo, isto é, tentativa de conversão. 

Apesar dos ataques, o cristianismo cresce entre os nepaleses

O cristianismo no Nepal tem crescido na última década. Uma grande mudança aconteceu quando o governo se tornou um Estado secular em 2008, tendo sido anteriormente oficializado hindu. Missionários cristãos já haviam sido proibidos de entrar no Nepal, mas o país agora abriga mais de 8.000 igrejas cristãs e mais de um milhão de convertidos ao cristianismo. Isso representa 4% da população.

Grupos minoritários como os dalits e os kirats são particularmente atraídos pelo cristianismo. Segundo a Federação dos Cristãos Nacionais no Nepal, os dalits representam 60% de todos os cristãos no país. Os dalits são historicamente excluídos do sistema secular de castas do Nepal, e ainda são marginalizados como “intocáveis”. Por causa disso, muitos estão descobrindo que não há discriminação de castas aos olhos de Deus, “pois todos são um em Cristo Jesus” (Gálatas 3.28).

As leis anticonversão de 2017 são um desafio para este aumento de cristãos. A conversão de pessoas é agora uma ofensa punível e há um número crescente de ataques contra os nossos irmãos no Nepal. O número de incidentes violentos é bem menor do que na vizinha Índia, mas os analistas de perseguição da Portas Abertas reportaram recentemente ameaças, prisões, assédio físico, danos a igrejas e propriedades, além da expulsão de cristãos estrangeiros.

Pedidos de oração

– Clame por proteção para os cristãos nepaleses e seus lugares de culto, diante do aumento da perseguição.

– Peça em favor dos funcionários do Hospital Ananda Ban, para que se sintam seguros e equipados para servir sua comunidade.

– Interceda pelos cristãos que estão sendo acusados sob as novas leis anticonversão, e para que as mesmas não impeçam os nepaleses de ouvir sobre Jesus.