Cristão que perdeu a mãe em atentado perdoa terroristas: `Agora ela está com o Senhor´

Um cristão indonésio, chamado Kurnianto, perdeu a mãe em uma série de atentados suicidas que foram levados a cabo pelos membros de uma família de terroristas – que incluía crianças – ligados ao Estado Islâmico no penúltimo domingo. Em seu funeral, o filho declarou que perdoou os autores do bombardeio.

“Em nome de minha mãe, peço desculpas se ela cometeu algum erro durante sua vida. Agora ela está no céu”, disse Kurniato, segundo o The Jakarta Post. “E quanto aos perpetradores, nós os perdoamos e acredito que minha mãe está na Casa do Senhor”.

Sua mãe, Lim, foi morta na explosão da Igreja Católica Santa Maria Imaculada na área de Surabaya, em Java Oriental. O ataque foi parte de uma série de atentados suicidas realizados por seis membros da família de uma pessoa identificada como Dita Oepriarto. A família matou pelo menos 13 pessoas e feriu mais de 50.

Dita detonou uma bomba na Igreja Pentecostal de Surabaya, conhecida como GPPS, matando oito pessoas. Seus dois filhos realizaram a explosão em Santa Maria Imaculada Igreja Católica, matando cinco pessoas; e sua esposa e filhas mataram uma pessoa na Igreja Cristã Indonésia de Diponegoro, conhecida como GKI. Os ataques foram reivindicados pelo Estado Islâmico, também conhecida como IS, ISIS, ISIL ou Daesh.

A mãe de Kurnianto estava de pé ao lado da moto do bombardeiro, em frente à igreja quando a explosão ocorreu, de acordo com a filmagem da CCTV.

“Quando eu vi a CCTV, eu não sei, talvez fosse o belo plano de Deus”, ele foi citado como tendo dito. “Quando a mamãe chegou ao portão, ela não entrou na igreja [e] ficou lá cerca de cinco minutos”.

Ele acrescentou: “Acreditamos que o governo fez o melhor para a nação e para o estado. E, finalmente, Deus, por favor, ajude a Indonésia”.

O esquadrão antiterrorista do país prendeu dezenas de suspeitos de terrorismo em Java Oriental e em Sumatra, segundo o The Straits Times.

Fonte: Guia-me / com informações do Christian Post