CRISTÃO DO NÍGER PERDE FAMÍLIA POR NÃO SE CONVERTER AO ISLÃ

O Níger é um país formado por cerca de 18 milhões de muçulmanos. Há apenas cerca de 65 mil cristãos, que vivem principalmente no sul. Eles enfrentam vários desafios, inclusive pressão para se converter ao islã e marginalização econômica. Os programas da Portas Abertas visam ajudar a igreja a aumentar a resiliência conforme lidam com essas questões.

O país tem um governo democrático relativamente estável. Nas últimas décadas, a igreja tem desfrutado de liberdade religiosa. No entanto, a perseguição está em ascensão. Hoje, a maioria muçulmana e as influências extremistas externas continuam a pressionar pela adoção da sharia (conjunto de leis islâmicas).

Alguns anos atrás, o cristão do Níger, Roger, de 47 anos, se casou com uma mulher muçulmana. No começo, ela era uma boa esposa, mas com o tempo, ela e a família dela começaram a pressionar Roger para se converter ao islamismo. Até que chegou ao ponto em que a família da esposa lhe disse que se ele não se convertesse, eles levariam sua esposa e a filha de 5 anos. E foi o que fizeram quando Roger se recusou a negar sua fé em Jesus.

O ocorrido tem causado grande sofrimento a Roger, um irmão que agora precisa de suas orações para permanecer firme em Cristo. Ore por ele e também por sabedoria para os pastores que estão ao seu redor para aconselhá-lo. Interceda para que o coração de seus perseguidores seja transformado e eles sejam tocados através do testemunho de Roger.

Fonte:portasabertas