Casa Branca condena ataques do Irã a exército israelense no Golã

Em comunicado emitido nesta quinta-feira (10), a Casa Branca afirma que os Estados Unidos condenam os “ataques de foguetes provocativos do regime iraniano da Síria contra cidadãos israelitas e apoiam firmemente o direito de Israel de agir em legítima defesa”.

Na última madrugada, as forças iranianas no lado sírio das Colinas de Golã atacaram postos do Exército israelense na planície estratégica. Em resposta, Israel declarou que atacou quase toda infraestrutura militar do Irã na Síria — na mais pesada investida militar israelense no país governado por Bashar al-Assad desde o início da guerra civil síria em 2011.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos, que monitora o conflito, disse que os ataques israelenses mataram pelo menos 23 militares, incluindo sírios e não sírios.

O comunicado da Casa Branca afirma que a ofensiva do Irã contra Israel e o aumento da presença militar iraniana na Síria são inaceitáveis e “altamente perigosos para todo o Oriente Médio”.

Os EUA ainda convocam todas as nações para “esclarecer que as ações do regime iraniano representam uma ameaça severa à paz e estabilidade internacional”.

Fonte: R7