Jovem cristã é atacada pelos próprios parentes na Ásia Central

Saida* é uma jovem cristã surda, que vive na Ásia Central e aceitou a Jesus como seu salvador. Há alguns dias, ela foi violentamente atacada pela própria família por causa da sua decisão. Quando os vizinhos viram isso, chamaram a polícia rapidamente para defender a menina de tamanha crueldade.

Infelizmente, os policiais se recusaram a protegê-la, alegando se tratar de apenas um “conflito familiar”. Vendo que saíram impunes da situação, eles decidiram continuar com a violência e tentaram obrigá-la a deixar o cristianismo. Naquele mesmo dia, Saida foi parar na UTI de um hospital por se recusar a negar a Cristo, até o último instante.

No momento, os membros da igreja local garantiram que vão aguardar ela receber alta para levá-la a um local seguro, longe de sua família. Por outro lado, os parentes prometeram espancá-la de novo caso ela não retorne ao islã e disseram que vão chamar a polícia para impedir que alguém a leve embora dali. Segundo eles, ou ela volta para a religião muçulmana ou morre.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Pedidos de oração

– Ore pela breve recuperação de Saida e que ela receba alta do hospital no tempo em que Deus determinar.

– Interceda pelos membros da igreja que estão dispostos a ajudá-la, que eles sejam sábios e estratégicos em seus planos.

– Ore pelos familiares de Saida, que durante esse período em que a jovem permanece hospitalizada, eles sejam impactados pelo amor de Cristo de alguma forma.
Fonte: Portas Abertas